A Organização Mundial de Saúde (OMS) criou uma nova roda dos alimentos que dita o consumo de 3 a 5 porções de frutas e legumes diariamente, dependendo também da necessidade de cada um. Por serem uma fonte de vitaminas, minerais e fibras, são essenciais na regulação do organismo. Contêm também antioxidantes (vit. A, C e E) importantes para a proteção das células, visto que combatem a ação dos radicais livres (viroses), e em conjunto fazem das frutas e vegetais um alimento vital.

Hoje em dia a alimentação é cada vez mais desequilibrada na maioria das pessoas, o que origina mais doenças, principalmente em faixas etárias mais jovens (doenças cardiovasculares, obesidade, diabetes entre outras).

O consumo destes nutrientes, é uma grande ajuda para o organismo, além do mais, contêm poucas calorias e alto valor nutricional. Se forem consumidos na sua época são muito melhores pois, a quantidade de químicos e fertilizantes é muito menor ou inexistente e  como se sabe, estes a longo prazo são prejudiciais à saúde.

São ótimos aliados na redução de incidência do cancro, Alzheimer, cataratas, hipertensão e auxiliam na manutenção ou perda de peso.

Quando adquiridas dentro da sua época de amadurecimento natural, as frutas e legumes têm um sabor muito mais rico, fornecem os nutrientes na sua totalidade e o seu preço/qualidade é garantido.

Gerações anteriores, viviam em sintonia com as épocas do ano, comiam o que a terra lhes dava. Hoje em dia, temos tudo o que queremos e quando queremos à nossa mão. Muitas vezes temos disponíveis frutas e vegetais vindos de outros lados do mundo, os quais são colhidos ainda verdes fazendo o processo de amadurecimento no caminho, o que causa a degradação das vitaminas e nutrientes até chegarem ao destino. Como exemplo temos as maçãs que, por vezes são mantidas 1 ano ou mais em arcas frigoríficas até serem expostas  à venda, perdendo o seu valor nutricional.

Desta forma, é preferível apostar em mercados locais ou pequenas superfícies de forma a que as frutas e vegetais, apesar de mais imperfeitos, estejam livres de químicos e pesticidas fazendo o seu processo de amadurecimento ao sol.

A natureza sendo sábia, oferece cada alimento a seu tempo dependendo das necessidades que temos. Por exemplo, no verão as frutas têm mais água para uma melhor hidratação , no outono fornecem mais energia e no inverno são mais densas como forma de proteção e ricas em vitamina C que ajuda no combate a infeções.

Uma sugestão é o projeto FRUTA FEIA (http://frutafeia.pt/) que visa aproveitar as frutas e legumes de boa qualidade mas com menos aparência metendo-os à venda em espaços comerciais. São recolhidos pelos produtores locais e entregues em pontos de venda onde o consumidor os pode adquirir. Para além de serem de boa qualidade, ajuda-se na diminuição do desperdício alimentar e na poupança no orçamento familiar.

Escolha bem! Escolha saudável!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s