Captura de ecrã 2017-03-1, às 19.12.12.pngFez um corte mais curto e, logo depois, arrependeu-se? Dois cabeleireiros internacionais de renome explicam as estratégias a adotar para remediar o problema!

Não há como negá-lo. Já todas passámos por isto. Deixar que as amigas, as colegas de trabalho ou até um cabeleireiro nos convencesse a fazer aquele corte super moderno que fica tão perfeito nas celebridades. Mas, assim que se olhou ao espelho no dia seguinte, arrependeu-se da decisão. Já lhe aconteceu, pois já? E, se calhar, até mais do que uma vez. A boa notícia é, obviamente, que o cabelo volta a crescer!

A má notícia é que chega a parecer que vai demorar uma eternidade, especialmente quando está insatisfeita com o seu look no momento. Mas não se assuste. Há cinco passos que podem ajudar o seu cabelo a crescer. Dois hair stylists de renome, experts da marca de tratamentos e cuidados capilares Viviscal, partilham os seus melhores truques de crescimento de cabelo, para ajudar o seu a crescer maior e mais forte.

1. (Re)faça o corte

Pode parecer contraditório, mas quando o objetivo é ter o cabelo comprido, umas tesouradas regulares são essenciais. «Ao mesmo tempo que desacelera o crescimento do cabelo, a ausência de corte mantém as pontas espigadas na extremidade e impede que os fios continuem a crescer, tornando-se quebradiços, o que pode fazer com que sinta que o cabelo não cresce de todo», avisa o cabeleireiro John Mouzakis.

Faça um corte a cada três meses aproximadamente e peça que seja feito com um aparador mais fininho que só retire as pontas. Há ainda outro benefício nos cortes regulares. «O seu cabeleireiro pode ajudar a redesenhar o seu corte, para que ele fique bonito mesmo durante a fase de crescimento», acrescenta Nick Pena, proprietário e stylist do SalonCapri, em Boston, nos EUA.

2. Desligue-se do calor

O uso diário de acessórios de styling com altas temperaturas provoca grandes danos no cabelo, levando às pontas espigadas e quebras que retardam ou até impedem o crescimento do cabelo. A melhor solução é evitar toda e qualquer ferramenta de calor, mas sabemos que pode ser difícil largar a máquina de encaracolar ou o ferro de esticar.

Se a sua dependência por estes acessórios for muito forte, garanta que utiliza um protetor de calor cada vez que seca, estica ou encaracola o cabelo. Aplique a proteção no cabelo ainda molhado e penteie-o para distribuir o produto uniformemente ainda antes de começar o styling.

3. Acabe com o cabelo quebradiço

Até os hábitos mais naturais podem levar a uma quebra acidental e a danos nos fios de cabelo ou na raiz, alerta Nick Pena. Uma ótima solução é ter atenção à forma como se penteia. Se pentear o cabelo de cima para baixo, começando no couro, pequenos embaraços podem transformar-se num grande nó. Em vez disso, comece pelas pontas do cabelo e vá subindo aos poucos.

Os apanhados também podem ser uma boa ajuda. Mas atenção, porque «apanhar o cabelo para trás com muita força pode causar danos na zona frontal do couro, criando cabelinhos pequenos que são também difíceis de dominar à medida que deixa crescer o cabelo», adverte o cabeleireiro. Faça apanhados mais soltos e use elásticos mais suaves para minimizar a quebra e potenciar um crescimento bonito.

4. Disfarce até alcançar o objetivo

A paciência é uma virtude, mas se simplesmente não consegue esperar até ter cabelos longos, pode sempre considerar colocar extensões para conferir comprimento e volume. Mas cuidado! Utilizar extensões e costuras de cabelo num longo prazo pode provocar danos no cabelo já existente e até magoar o couro cabeludo, levando a um desbastamento e dano dos fios de cabelo conhecido por alopecia. Isto pode levar a um ciclo vicioso, porque se o cabelo tiver um aspeto mais fino e danificado, a pessoa é tentada a manter as extensões por períodos de tempo mais longos.

Em vez disso, experimente uma solução de molas que pode ser colocada e retirada em casa, pois danifica menos e dá-lhe liberdade para escolher se quer utilizar ou não. Se preferir extensões cosidas de forma profissional faça-as com um cabeleireiro especialista, mas tenha em mente que, para além dos danos, as extensões permanentes requerem alguma manutenção, uma vez que crescem na mesma medida que o cabelo, alerta Nick Pena.

5. Tome vitaminas

Os suplementos para crescimento do cabelo atuam nutrindo os folículos capilares com as vitaminas, minerais, complexos de proteína e outros nutrientes que são muito importantes para o crescimento. Um cabelo quebradiço e sem vida pode ser resultado de uma má alimentação e deficiência de vitaminas. Por isso, reponha os nutrientes ausentes da sua alimentação a fim de estimular o crescimento de cabelo.

«Não é má ideia considerar tomar um suplemento», afirma John Mouzakis, stylist no Mixed Co. Salon, em Chicago, nos EUA, que recomenda Viviscal Maximum Strength. Um complemento alimentar que contém biotina, substância que ajuda o corpo a metabolizar aminoácidos e aumenta a produção de keratina, a proteína que compõe a estrutura do cabelo.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s