Os 7 erros mais comuns que os homens cometem ao vestir.

Captura de ecrã 2016-04-25, às 13.00.14

Os 7 erros mais comuns que os homens cometem ao vestir.

Hoje o post é dedicado aos leitores homens e serve para observar mais de perto alguns detalhes que fazem toda a diferença na aparência.

Estudamos para fazer praticamente tudo nas nossas vidas: profissão, hobbies, para sermos mais cultos, para termos filhos, para estarmos informados… mas muitos esquecem-se de procurar informações valiosas para se vestir de forma mais inteligente e, principalmente, passar a imagem que deseja através das roupas com praticidade e elegância.

O problema com estas “gafes” é que elas passam uma má mensagem sobre a pessoa: desleixo, descuido, má aparência, anti-higiene e afins, mesmo quando se esforça muito.

Veja alguns conselhos e seja ainda mais elegante:

– Calça curta ou longa:

A baínha das calças devem ser feitas com o seu sapato calçado, e não no chão, como muita gente costuma fazer.

Deve cair confortavelmente sob o peito do pé, sem empapar na frente, e não pode ficar pendurada na parte de trás, ou seja, deve acabar logo depois do salto, tudo medido, sempre com o sapato calçado.

Já com jeans ou chinos, as baínhas podem ser feitas a 2 dedos do chão, já que serão usadas com calçado mais leve. Caso não tenha tempo de fazer a bainha do jeans antes de usar, pode dar uma dobra na barra, o que também moderniza o look. Cuidado, porém, caso tenha pernas grossas ou seja muito baixo, as barras dobradas tendem a tirar altura na silhueta.
Captura de ecrã 2016-04-25, às 12.59.07

– Tamanhos errados

Muitos homens que tem barriga acham que devem comprar camisas muito folgadas para disfarçá-la, quando deveriam fazer o contrário, pois o excesso de tecido só agrava o efeito. Camisas grandes demais também ficam com ombros caídos, causando a impressão de desânimo e desleixo. Camisas longas encurtam as pernas e são péssimas para todos, especialmente para homens mais baixos, e fatos muito compridos são demodé!

O contrário também não favorece: camisas justas, onde os botões parecem querer saltar a qualquer momento, dão a sensação que a peça que não é sua! Fatos justos e repuxados e os modelos retos, não acinturados, dificilmente valorizam os homens. As calças largas? Já saíram de moda há muito tempo…

Por isso, NÃO SE GUIE PELO NÚMERO DA ETIQUETA: experimente vários tamanhos e leve a que realmente lhe assentar melhor, olhe-se a 360 graus no espelho: está empapado atrás? A linha da costura dos ombos está no lugar certo? O fato não está com excesso de tecido? Não está longo ou curto demais? Fecha bem? A manga está no comprimento certo? A calça não está larga ou justa demais?

O ideal são as peças do seu tamanho, em que não sobra tecido mas também não fiquem justas, e não hesite em fazer pequenos ajustes para deixar tudo sob medida, o que causa um efeito ainda mais sofisticado e polido

.Captura de ecrã 2016-04-25, às 12.58.57

– Gravata curta ou longa

A gravata deve parar ao nível da fivela do cinto, nem mais longa nem mais curta. Se aparecer a camisa, está curta. Se cobrir o cinto, está comprida!

Vale praticar os nós que preferir para achar o ponto certo para o comprimento perfeito para si.

Captura de ecrã 2016-04-25, às 12.59.43

-Fechar todos os botões do fato ou blazer

Nunca se deve fechar todos os botões do casaco.
No blazer de 2 botões só se fecha o de cima, deixando o de baixo sempre aberto. No blazer de 3 botões, fecha-se os 2 de cima, deixando o último sempre aberto.

Ah, e na hora de sentar, restaurante, carro e afins, lembre-se de abri-los todos para não ficar com o blazer repuxado e amarrotado

*O último botão de baixo fica sempre aberto independentemente da quantidade de botões do blazer!
Captura de ecrã 2016-04-25, às 13.00.07

– Calça jeans com camisa para dentro

Usar calça jeans com camisa social é um look muito interessante para sair para jantar, para noite e afins, porém a camisa deve ficar sempre para fora do jeans (sendo um look casual) ou ficará com uma imagem mais envelhecida.

Neste caso, é importante fazer a bainha das camisas que serão usadas desta forma para que fiquem na altura correta (2 a 4 dedos abaixo do osso do quadril) e não compridas demais, o que normalmente acontece. Se quiser, é possível também tirar um pouco do “abaulado” da bainha e deixá-las mais retinhas, o que dá um toque mais moderno.
Captura de ecrã 2016-04-25, às 13.00.32

Divita-se…
‪#‎gentlemanscorner‬

Anúncios